A PREPARAÇÃO DE UM MÉDIUM NA UMBANDA – PARTE I

Publicado: 21/01/2009 em UMBANDA - Diversos

 
Texto de Cláudio Zeus.
 
Nesta abordagem ao tema vamos tratar das partes provavelmente mais importantes e ao mesmo tempo mais esquecidas em certas “umbandas” que infelizmente vemos por aí.
Mediunidade, todos sabemos que é um dom comum a todos os encarnados, embora seja maior em uns e menor em outros.
Sabemos também que através mediunidade (ou sensibilidade mediúnica) o ser encarnado consegue se comunicar com outros seres já libertos da matéria (situação em que a palavra é mais empregada) e até mesmo com seres ainda encarnados que estejam em outros locais. Essa mesma mediunidade também pode nos pôr em contato com o Reino Elemental e em alguns casos, como já se está estudando, com entidades que se apresentam como extraterrestres e intra-terrestres.
O tipo de mediunidade mais cultivada no meio espiritualista sempre foi o de incorporação em detrimento de um sem número de outras possibilidades que o ser humano tem em potencial como a de captar e emitir pensamentos, orientações espirituais, a clarividência, a clariaudiência e outras mais que envolveriam inclusive menos gastos energéticos no trato com o mundo não físico e poriam os adeptos em contato mais estreito com seus protetores, na medida em que não precisariam estar incorporados para sentirem e entenderem a aproximação destes.
Mas já que é assim, vamos nos basear na mediunidade de incorporação lembrando no entanto que, seja o tipo que for a mediunidade, para ser bem utilizada e o médium poder contar com a ajuda de Guias Verdadeiros, ele tem que ter na mente e nas ações os conceitos de HONESTIDADE e RESPEITO, pois sem isso, mais cedo ou mais tarde, acabará por se tornar presa fácil do Baixo-Astral. Isso posto, vamos adiante.
O que faz uma pessoa procurar o Espiritismo e, em nosso caso, a Umbanda? Antes de prosseguirmos vamos dar o real significado da palavra Espiritismo para que alguns apressadinhos não venham a dizer que Espiritismo é só o Kardecismo como eu já ouvi falar. Espiritismo (está até no dicionário) – Espírito + ismo – palavra formada pelo radical “espírito” (alma ou sopro imortal) mais o sufixo grego “ismo” (crença, escola ou sistema). Doutrina fundamentada na crença da existência de comunicações por intermédio da mediunidade entre vivos e mortos ou espíritos encarnados e desencarnados.
A Umbanda portanto, está enquadrada totalmente no conceito da palavra que não é, de forma alguma, privilégio Kardecista. Veja bem!
Se formos analisar os motivos que levam as pessoas a procurarem a Umbanda (e até mesmo outros grupos religiosos) veremos que estarão invariavelmente dentro de uma das seguintes situações:
 
1.     Estão com problemas de saúde (ou têm alguém conhecido nessa situação) e, não procuraram ainda um médico seja por que motivo for ou já o fizeram até insistentemente sem lograrem êxito em suas tentativas;
2.     Estão com dificuldades na vida amorosa, financeira ou familiar, provocadas por perturbações inexplicáveis;
3.     São curiosos e querem ver de perto esses “milagres” que dizem acontecer no Espiritismo;
4.     Estão passando por problemas que já detectaram como de fundo espiritual e precisam de orientação;
5.     Sentiram-se atraídos sem que nem bem soubessem o motivo (caso bem mais raro).
 
Em qualquer caso acima citado, todos precisarão desde a primeira fase de seu entrosamento com o culto, de orientações claras que lhes possibilitem vislumbrar uma possível solução para seus problemas, e para isso, os responsáveis pelo Templo deverão estar cientes das responsabilidades que assumirão a partir do momento em que se predispuserem a serem seus orientadores.
Em se tratando de pessoas que por quaisquer desses motivos tenham realmente que receber treinamento para trabalharem sua mediunidade (o termo é esse mesmo – receber treinamento) há de se convir que a responsabilidade torna-se ainda maior porque, uma pessoa que se entrega em confiança para que um dirigente ou pai no santo venha a tratar de algo que pode mexer com seu EU mais profundo, o que pode inclusive (se mal orientado) levar a pessoa à loucura, tem que ser respeitada, aprender a respeitar, ser tratada com honestidade e aprender a ser honesta com seus protetores, seus semelhantes, seus Guias etc.
A primeira lição que o médium tem que aprender é a da lealdade e da honestidade. Conforme já disse em texto anterior, o médium que inicia seu caminho sem entender o que é ser honesto consigo mesmo e suas entidades já estará iniciando o caminho com os pés na lama e correndo o risco de afundar em bem pouco tempo.
Todo médium deve compreender que as entidades que lhe acompanham não são “gênios da lâmpada” e que o trabalho que vêm desenvolver está diretamente ligado à evolução espiritual deles e a do próprio médium. Deve compreender também que não é só porque estão “do outro lado” que devem ser compreendidos como deuses ou espíritos santos, pois muitos que lá estão, têm mais fácil acesso ao mundo material por estarem ainda muito apegados à matéria e possuírem um corpo astral muito denso. Só isso já indica que podem ser até mesmo muito menos evoluídos que o próprio médium.
O respeito a todas as entidades é fator importante, mas a obediência cega, seja à entidade que for, é imperdoável (a não ser em casos muito especiais e quando essa entidade já deu provas suficientes de que é capaz de orientar adequadamente seus discípulos).
Normalmente um dirigente preparado tem condição de identificar logo no começo o tipo de acompanhamento espiritual que o médium traz consigo e até mesmo de dizer quem é mais e/ou menos evoluído que o aparelho e desse modo, quais as entidades que podem realmente ser orientadoras e quais as que têm que ser orientadas antes de tentarem orientar seja quem for. Sob esse prisma, torna-se imprescindível que se fale (embora eu saiba de antemão que vou contra o que já está especificado como normal) na inconveniência de médiuns em início de desenvolvimento “darem cabeça” a Exú e Pomba-giras que como sabemos, são em vias de regra, entidades normalmente menos evoluídas e por isso mesmo não terem capacidade de agirem como Guias de ninguém.
Se um médium vem ao Terreiro em busca de orientações positivas para trabalhar sua mediunidade e sua evolução, tem que ter em mente que sua busca só se tornará realidade na medida em que buscar o acompanhamento de entidades que sejam mais evoluídas do que ele, e que nesse caso precisam ser buscadas mesmo, porque já habitam em planos mais sutis e não têm um acesso tão fácil à matéria como é o caso de Exús, Pomba-giras e outros ainda menos evoluídos.
Na verdade, um médium iniciante só deveria começar a “dar passagem” para Exús após ter obtido contatos realmente positivos com seusreais Protetores e Guias, aos quais caberia, por conseguinte, a orientação dos trabalhos que se fariam através de Exú quando se fizesse necessário.
Vamos abrir outro parêntese para deixar bem claro que a Umbanda (e eu particularmente) nada tem contra Exú e Pomba-gira pois o trabalho deles é muito positivo quando são orientados por espíritos superiores, mas que de forma alguma podem assumir a orientação de um filho de terreiro sob o risco de se tornarem uma dupla (ou trinca etc.) de cegos, evolutivamente falando.
Um espírito se encontra na classificação de Exú ou Pomba-gira porque ainda não alcançou méritos para poder trabalhar dentro de uma das caracterizações aceitas pela Umbanda e desse modo, pertencendo ainda ao Reino da Quimbanda como se sabe, (não há necessidade de explicar isso aqui) vem à Umbanda para trabalhar segundo a orientação de espíritos superiores e através disso alcançar sua própria evolução e até mesmo a possibilidade de vir a trabalhar futuramente como um (a) Caboclo (a), Preto (a)-Velho (a) e até mesmo uma criança.
Pense bem e sem achar que tudo o que se faz hoje é correto apenas porque é o que se faz ou porque lhe disseram que é normal, mas colocando um pouquinho de lógica nos seus pensamentos.
Ainda que mal comparando, se você tivesse dúvidas sobre uma determinada matéria na escola, a quem você procuraria para saná-las? A quem entendesse melhor do que você, ou a alguém que estivesse numa série abaixo da sua? O que um aluno da primeira série pode ensinar de positivo (na matéria em questão) para um aluno da terceira série se ele ainda nem chegou lá?
Exús são altamente positivos quando se trata de resolver trabalhos através de energias bastante densas? – Sim!
Exús são capazes de atuar sobre a matéria física muito mais facilmente que uma entidade de luz? – Sim!
Exús são capazes de curas espirituais? – Sim, sempre que estão trabalhando sob a orientação positiva!
Exús conseguem contato mediúnico mais facilmente que entidades mais evoluídas? – Sim!
Qualquer NÃO a perguntas como estas seria hipocrisia ou total desconhecimento sobre como as energias mais densas ou menos densas podem atuar sobre a matéria. Se no entanto as perguntas fossem como as que se seguem:
Exú pode assumir o comando da orientação mediúnica de um filho no santo?
Exú pode orientar um médium por caminhos de real evolução espiritual?
Exú pode determinar como deverão ser os trabalhos para a “coroação” de um médium de acordo com seu orixá?
Exú pode assumir a “coroa” de um médium como se fosse seu orixá?
Para todas estas perguntas a resposta certa é NÃO!
A despeito de todo o carinho que devemos ter para com essas entidades, é preciso que fique bem claro que Exú vem na Umbanda como auxiliar das verdadeiras entidades deste culto. Se hoje em dia vemos por aí, Fulano de Belzebu, Cicrano de Lalu e outros mais, pode ter certeza de que, ainda que queiram se dizer umbandistas jamais o foram ou serão. EXÚ SÓ ASSUME COMANDO QUANDO O TEMPLO É DE QUIMBANDA. Nem nos rituais Afro de raiz, Exú tem permissão para assumir a orientação de quem quer que seja, pois lá eles são considerados mensageiros dos Orixás.
Mas porque estou falando de Exú quando o assunto é preparação de médiuns? Muito simples e um tanto complicado como vamos ver.
Vamos considerar que um médium procura um terreiro para se orientar no que tange à sua mediunidade e, em lá chegando, percebe-se que sua sensibilidade já despontou e que urge que ele continue a freqüentar as giras de desenvolvimento (quando elas existem).
O que normalmente acontece a seguir é que esse médium passa a freqüentar o terreiro e nem sempre é devidamente orientado pelo(s) seu(s) dirigente(s), para que comece a estudar sobre as coisas que ali acontecem e que podem acontecer quando ele vai abrindo a guarda para “o que der e vier”, bem assim como, em conseqüência de um desenvolvimento desorientado, começa a “dar a cabeça” para qualquer tipo de vibração que se aproximar (você pode até rir: eu já vi gente que se dizia mediunizado pelo “cavalo de ogum”) sem saber exatamente o que fazer ou como fazer.
Há alguns outros que, estando em giras de desenvolvimento, “não recebem quase nada” mas quando se trata de uma gira de Exú.
Nos dois casos, o primeiro pela ignorância (no bom sentido) e o segundo pela afinidade (perigosa nessa etapa de desenvolvimento) o médium corre perigo de começar “com o pé esquerdo”, a não ser que, no primeiro caso, tenha um acompanhamento espiritual bastante positivo que, desde o começo assuma o comando de seu “aparelho”.
No segundo caso, aqueles que por afinidade se sentem melhor desde o início em giras de Exús e Pomba-giras pode significar que:
 
1.     O médium sofre atuação direta de espíritos dessa categoria sem que para isso concorra sua vontade, o que impede que entidades de maior grau evolutivo se aproximem. O orientador deve, nestes casos, providenciar o afastamento dessa(s) entidade(s) para que os protetores reais possam se revelar.
2.     O médium seja um admirador dos Exús e Pomba-giras o que o sintoniza bem com essas entidades e facilita-lhes a atuação com conseqüências idênticas ao caso anterior. O orientador deve fazer ver a esse filho que ele está dificultando uma possível ação dos seus VERDADEIROS GUIAS.
3.     Durante as incorporações com Exús e/ou Pomba-giras o médium se sinta mais forte, mais seguro, o que o faz pensar serem eles os mais fortes e mais seguros. O que ele não sabe é que essa sensação acontece muito mais pelo tipo de energias bastante densas que essas entidades trazem consigo do que pelos seus possíveis “poderes”.
4.     Há ainda aqueles que, por sentirem o respeito e até o medo que essas entidades costumam induzir nos menos avisados, através da incorporação, dão vazão a alguns possíveis complexos que trazem guardados no recôndito de suas almas – com eles sentem-se poderosos, intocáveis. O orientador nesse caso, deve explicar a esses filhos que esse poder induzido é falso. Essa energia é da entidade incorporante e que o poder verdadeiro só chega para aqueles que alcançam o domínio da própria vontade, do próprio ser, conseguindo através disso, assumir as rédeas de sua própria vida.
 
Exús e Pomba-giras, como já disse, encontram, não raramente, uma facilidade maior de contato com os seres humanos e desse modo, quando pretendem assumir o comando, o que não é correto, agem como obsessores transmitindo ao médium a segurança e as facilidades materiais que ele espera de uma entidade “positiva” e com isso bloqueiam e fazem com que o próprio médium bloqueie, os canais de comunicação com as verdadeiras entidades guias. Daí a importância do médium estar em contato positivo com seus verdadeiros guias ANTES de começar a “dar cabeça para Exús e Pomba-giras”.
Mas você poderia retrucar dizendo que isso tudo não é importante porque Exú consegue fazer trabalhos positivos, pode até curar, pode trazer segurança para o seu protegido e através disso tudo pode estar fazendo a caridade que acabará fazendo com que evolua, certo? Só que você estará cometendo o maior dos erros se pensar que Exú e Pomba-gira, a menos que trabalhem sob orientação superior e/ou já tenham conseguido evoluir a ponto de compreenderem que devem fazer isso tudo em função de uma Evolução que devem perseguir, vão estar trabalhando para você ou quem quer que seja de graça.
Fique sabendo que, na essência, tanto Exú como Pomba-gira são entidades que sequer pensam em evolução. Normalmente estão ligados aos mesmos defeitos que nós humanos encarnados e, como nós, acreditam que o que é feito deve ser pago de alguma forma (lembre-se: eles não são mais evoluídos do que nós e têm os mesmos defeitos e às vezes até mais defeitos do que nós). Como será a cobrança e quando ela virá é um outro aspecto da questão. De início as cobranças dessas entidades podem vir sob forma de oferendas que não raramente vão aumentando em quantidade e qualidade. Se o devedor deixa de fazer seu pagamento a cobrança pode vir por perdas financeiras, litígios em família, doenças, etc.
A compreensão de um Exú não orientado limita-se ao: “pediu tem que pagar”. Somente quando tem oportunidade de receber orientações positivas de entidades mais evoluídas (e isso é um dos trabalhos de caridade que o médium pode fazer desde que se mantenha sempre em contato com seus Verdadeiros Guias e faça de seu próprio comportamento um exemplo) ele consegue vislumbrar novas realidades até então não alcançadas por estar preso a um Campo Vibratório excessivamente denso. É o contato com essas entidades mais evoluídas que o fará compreender a necessidade do trabalho pela evolução e conseqüente libertação desse Campo Vibratório, e nesse caso, é o médium bem preparado que lhe facilita o acesso e a compreensão necessária.
No caso do nosso médium iniciante, antes de qualquer tipo de trabalho com Exús e Pomba-giras é imprescindível que ele:
 
1.     Esteja em pleno contato com a(s) entidade(s) responsável(is) pelo seu desenvolvimento – normalmente um(a) Caboclo(a) ou Preto(a) Velho(a);
2.     Tenha sido constatado pelo(a) dirigente que este médium consegue incorporações realmente positivas com essas entidades e que não use o pretexto da “incorporação” para sair dizendo ou fazendo o que não teria coragem de dizer ou fazer em estado normal (só isso aí já mostra o total despreparo que podemos observar até em muitos médiuns que se dizem “prontos”);
3.     Tenha em mente que o seu futuro trabalho, com Exús e Pomba-giras devem seguir orientações dadas previamente por seus protetores e guias (considerando-os positivamente ligados ao médium) e no início, sempre que lhe for determinado qualquer tipo de trabalho por essas entidades, este seja passado pelo crivo de uma entidade superior antes de sua realização.
 
Esse último item é tão importante quanto normalmente esquecido.
Torno a dizer: Se você está começando a trabalhar com Exú e Pombagira e não os conhece ainda profundamente, bem assim como suas reais intenções quando de você se aproximaram, CUIDE-SE! Já vi muito médium se “empolgar” com a suposta força de entidades deste tipo e que por “se sentirem poderosos” com elas, deixaram seus verdadeiros guias pela estrada da vida acabando por se enfiarem no baixo espiritismo com conseqüências terríveis para suas vidas a partir do momento em que começaram a ver e agir nessa vida pelo mesmo prisma em que seus Exús e Pomba-giras desorientados viam e agiam.
Se você é desses médiuns que ao lerem afirmações como essas acham logo que é bobagem ou que é medo, “perca” um pouco de tempo (na verdade ganhe) observando friamente as pessoas que vivem trabalhando mediunicamente sob a influência desses espíritos (e elementais também).
Veja se com o tempo as cobranças (oferendas etc) não vão chegando, chegando, chegando.
Veja se essas pessoas podem ser consideradas felizes ou são pessoas de paz e que por isso possam lhe transmitir essa paz!
Observe principalmente que, se têm um tempo em que gozam de supostas alegrias e possivelmente até riquezas, mais cedo ou mais tarde, se não obedecerem fielmente as ordens de seus “protetores exus”, acabam por caírem na mais pura miséria e desespero.
Observe, irmão, observe!
Anúncios
comentários
  1. E importante esse tipo de ajuda pois eu estava prdido agora sei um pouco e ja comeco a aceitar umpouc obrigado.

  2. Claudio Zeus disse:

    Meu caro postulante.

    O texto acima não seria de CLAUDIO Zeus, de seu Blog “Umbanda Sem Medo” à página http://umbandasemmedo.blogspot.com.br/2007/10/preparao-de-um-mdium-na-umbanda-parte.html e também do livro Umbanda Sem Medo VOLUME I ao invés de Carlos Zeus?

    Agradeceria sobremaneira a correção.

    Receba um fraterno abraço.

    Claudio Zeus

  3. Andre rezende moreira disse:

    O que eu acabei de ler sera essencial para minha formação espiritual este e o caminho religioso que quero seguir para assim ajudar aos outros que assim seja salve a força dos pretos velhos

  4. franklin ramiro disse:

    gostaria de saber como ser um umbandista tenho essa curiosidade meu sonho é seguir essa religião maravilhosa

  5. Wilson disse:

    Observações Espiritualistas.
    1) Mediunidade é Sintonia.
    A Sintonia dos pensamentos e sentimentos com o plano astral ou mundo espiritual, atraímos Bons ou maus espíritos conforme nossa forma de pensar, sentir e agir, estamos cercados por espíritos desencarnados que têm uma certa afinidade com a nossa forma de ser.
    Todos as pessoas possuem mediunidade intuitiva ou de inspiração, qualquer pessoa pode receber intuições ou inspirações dos espíritos desencarnados, é por isso que é muito importante vigiar os pensamentos e procurar disciplinar esses pensamentos em coisas boas e positivas, ouvindo boas musicas, lendo bons livros, manter contato com as artes e com pessoas de boa formação moral, devemos enriquecer nossos Pensamentos com coisas elevadas, nobres e belas.
    Os espíritos desencarnados se comunicam entre si pela irradiação dos pensamentos, ou seja, pela telepatia, eles podem conhecer e ler nossos pensamentos.
    Os maus espíritos ( espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos) procuram interferir em nossa mente inspirando pensamentos negativos de desanimo, de preguiça, de ódio, de raiva, de medo, de vingança, eles procuram sujar nossa mente com esses pensamentos impuros, tudo isso ocorre por causa da Mediunidade intuitiva que é peculiar a todas as pessoas.
    Para afastar ou maus espíritos não adiante usar velas, incenso, amuletos, talismã, roupas brancas, imagens de santos, medalhas mágicas, nada disso funciona.
    É no Pensamento elevado, positivo e firme no Bem e na Conduta moral reta nas virtudes que está a melhor defesa psíquica contra os maus espíritos.
    Tudo depende das nossas condições mentais e morais.
    Os espíritos inferiores, perturbadores e obsessores não conseguem entrar em Sintonia com as pessoas que estejam vibrando pensamentos positivos e nobres, o bem repele o mal, essa é a Lei psíquica das atrações.
    O Bem tem sintonia com o Bem.
    O mal tem sintonia com o mal.
    Devemos tomar muito cuidado com a IRRITAÇÃO, nervosismo, discussões, por que, isso vai baixar nosso campo vibratório, e permitir a aproximação de espíritos impuros, perturbadores e obsessores do mundo espiritual ou pano astral.
    Evite discutir.
    Evite se irritar.
    Evite o nervosismo se afaste de pessoas maldosas, picaretas, falsas, intrigantes, se afaste de ambientes negativos, por que, tais pessoas e ambientes estão envolvidos por espíritos inferiores.
    Onde estiver a degradação moral os maus espíritos são atraídos pela Sintonia vibratória.
    Só quero deixar bem claro, a IRRITAÇÃO é um fator básico para os processos obsessivos, procure evitar sempre as IRRITAÇÕES, não discuta, não xingue, não fique com raiva, não use palavrões, não se envolva com pessoas falsas e maldosas.
    Procure sempre manter seus Pensamentos e Sentimentos elevados e positivos.

    2) A mediunidade é um canal de comunicação com o plano extra físico ou mundo espiritual, na realidade o mundo espiritual ou plano astral NÃO é espiritual e sim semi material, existe MATÉRIA no mundo espiritual, a chamada Matéria fluídica.
    Os espíritos desencarnados também não são seres espirituais e sim seres semi materiais, eles possuem um corpo fluídico semi material chamado de perispirito ou corpo astral.
    Os nossos desejos de comer, beber, fumar, jogar, transar, não estão em nosso corpo físico estão em nosso corpo astral ou perispirito, os DESEJOS SÃO PSÍQUICOS e não físicos.
    É por isso que as pessoas que possuem desejos viciosos da bebida, do fumo, do jogo, das drogas e da gula, quando desencarnam continuam com esses desejos impuros no plano astral, elas ficam apegadas ao plano terreno tentando saciar esses vícios.
    Como elas não possuem mais o corpo carnal para saciar tais desejos torpes, elas vão procurar algum encarnado que tenha os meus desejos e vícios deprimentes, e vão encostar o seu perispirito no perispirito do encarnado que esta bebendo, fumando ou comendo exageradamente.
    Esse encosto perispiritual ou vampirismo psíquico é muito praticado pelos espíritos inferiores que estão a vagar aos milhões pela crosta terrena, esses espíritos viciosos ficam a vigiar os encarnados que são invigilantes com a sua conduta moral e seus pensamentos, é como o gato a vigiar o rato, quando o rato vacilar o gato pega.
    Da mesma forma, quando os encarnados vacilam com seus pensamentos e atitudes os maus espíritos se aproximam pela sintonia vibratória.
    Portanto meus amigos, levar uma vida terrena correta, honesta, digna, com pensamentos elevados e positivos e praticar boas ações é um fator muito importante, para nossa Evolução espiritual e para afastar os maus espíritos.
    Tudo depende de você.
    Você.
    Mediunidade é coisa santa é algo puro e nobre que as pessoas devem praticar com Disciplina, elevação moral, respeito, nunca devemos transformar Mediunidade em comercio sujo com o mundo espiritual.
    Evocar espíritos para tratar de assuntos matérias, pessoais e financeiros é algo muito errado, assuntos vulgares e mesquinhos como, volta da pessoa amada, sorte no jogo, sorte com as mulheres, predizer o futuro, revelar formulas para ficar rico, revelar tesouros escondidos, esses tipos de assuntos matérias sem alcance moral, só podem atrair pela sintonia espíritos inferiores, gozadores, mentirosos e mistificadores do plano astral.
    Os Espiritos Elevados e os Bons Espiritos só tratam de assuntos Moralmente importantes e nobres, eles procuram pregar a pratica sincera do Bem e das Virtudes, incentivando as pessoas a seguirem o caminho da fraternidade, das virtudes e do amor.

    3) Como podemos avaliar o estado evolutivo dos espíritos desencarnados que se comunicam nas reuniões mediúnicas???
    Como podemos saber se um Espirito é Bom ou mal???
    Como podemos saber se um Espirito é elevado ou atrasado???

    A Linguagem e os ensinamentos é o ponto chave.
    Os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos possuem sempre uma Linguagem pura, elevada, digna, nobre, lógica, e seus ensinamentos visam sempre a melhoria Moral e espiritual das pessoas, eles pregam o Amor, as Virtudes, a Justiça, a elevação moral, a disciplina, a ordem, a dignidade, a fraternidade e o respeito.
    Os Espiritos elevados são Virtuosos em seus ensinamentos eles procuram iluminar as pessoas.
    Os espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos possuem sempre uma Linguagem que reflete as paixões humanas, eles possuem uma linguagem pesada, agressiva, grosseira, vulgar, ímpia, sem lógica, sem elevação moral, na linguagem desses espíritos impuros se reflete sentimentos de ódio, raiva, medo, angustias, dores, sofrimentos, arrependimentos, desejos de vingança, desejos viciosos de beber, fumar etc…
    Portanto basta analisar o teor moral da Linguagem que os espíritos desencarnados usam em suas comunicações ou mensagens.
    Um Espirito Elevado jamais vai usar um Linguagem vulgar, grosseira, pesada, sem lógica, sem elevação moral.
    A linguagem e os ensinamentos que os espíritos desencarnados usam é o ponto chave que temos que avaliar com muito cuidado e critério.

    4) O Mestre Allan Kardec fala em seus livros, que só devemos aceitar os ensinamentos dos espíritos desencarnados, quando eles forem Racionais e tiverem um nível Moral elevado.
    Ensinamentos que venha do plano espiritual sem elevação Racional e Moral deve ser rejeitado.
    Existe muitos espíritos desencarnados no mundo espiritual que são maliciosos, mentirosos, astutos, hipócritas, sedutores e mistificadores.
    Devemos sempre estar alertas nesses assuntos.
    Não podemos acreditar cegamente nas coisas que os espíritos desencarnados falam em suas comunicações mediúnicas, tudo deve ser analisado com muito cuidado, Allan Kardec fala, que devemos PASSAR PELO CRIVO SEVERO DA RAZÃO E DA LÓGICA todas as mensagens e comunicações que venha dos espíritos desencarnados, os maus espíritos não suportam o exame racional das suas mensagens, eles querem ser aceitos sem nenhum tipo de exame.
    Uma outra questão importante.
    Os espíritos mistificadores e atrasados gostam de se impor, dar ordens, falam com uma certa arrogância ou grosseria.
    Os Espíritos de Luz dão conselhos e orientações, nunca se impõe e não dão ordens absolutas, eles dão ensinamentos que visam a nossa melhoria Moral e espiritual, os Espiritos de Luz são Virtuosos em seus ensinamentos, sua Linguagem é sempre moralizadora pregando o Bem, o amor, a fraternidade, o respeito, a disciplina, a ordem, a educação, os espíritos de Luz tentam colocar Luz na mente das pessoas.
    Esses espíritos que se apresentam em certas reuniões mediúnicas usando uma Linguagem pesada, grosseira, vulgar, dando ordens, se impondo, pedindo charutos, cigarros, cachaça, despachos, velas, e sacrifícios de pobres animais são espíritos inferiores apegados aos desejos e vícios terrenos, e muito desses espíritos podem ser maldosos e obsessores, tome cuidado nesses assuntos.
    Não seja uma criança mimada que queira brincar de Espiritismo.

    5) Espiritismo e Umbanda.
    Primeiramente, temos que explicar o seguinte, existe muitos umbandistas que são pessoas boas, corretas, honestas, inteligentes, cultas de formação moral elevada
    O valor espiritual de uma pessoa não esta na religião ou na doutrina que a pessoa tem e sim em seu Comportamento Moral e nos seus pensamentos.
    Eu vou apenas tentar definir o Espiritismo em relação a Umbanda.
    O Mestre Allan Kardec em seus livros, não manda ninguém usar velas, roupas brancas, amuletos, talismã, imagens de santos, fazer despachos, sacrificar pobres animais, nada disso existe na Doutrina Espirita ou Espiritismo.
    O Mestre Kardec também não manda ninguém evocar espíritos para tratar de assuntos matérias vulgares, como, volta da pessoa amada, predizer o futuro, descobrir formas de ficar rico, ter sorte no jogo etc..
    A Umbanda branca e espiritualizada também não aceita essas coisas.
    Espiritismo não é Umbanda.
    Umbanda não é Espiritismo.
    Somente isso.
    Não estou discriminando nada, estou apenas dando definições doutrinarias.
    Uma outra questão importante, os Espiritos Elevados e os Bons Espiritos nunca vão pedir velas, charutos, cachaça, despachos e sacrifícios de pobres animais, quem pede essas coisas são espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos e muitos desses espíritos podem ser maldosos, astutos, maliciosos e obsessores, cuidado para não cair na conversa mole deles.
    Eles falam macio para seduzir e enganar as pessoas.
    Cuidado, são lobos em pele de ovelhas.

    Como afastar os espíritos embusteiros e mistificadores do plano astral???

    Todas as comunicações mediúnicas, mensagens e ensinamentos que venha dos espíritos desencarnados têm que passar PELO CRIVO SEVERO DA LÓGICA E DA RAZÃO PARA PODER SER ACEITO.
    Qualquer ofensa a Razão a lógica e a sã Moral deve ser rigorosamente rejeitado.
    Essas orientações vem dos Mestres Allan Kardec, Leon Denis e Luis de Mattos.
    Devemos analisar tudo que venha dos espíritos desencarnados com o Maximo rigor, os maus espíritos não suportam o exame racional das suas mensagens e comunicações, é por isso que a fé tem que ser RACIOCINADA.
    Vejamos um exemplo, um espírito se manifesta numa reunião mediúnica pedindo, farofa, cigarros, despachos, cachaça, charutos e sacrifícios de animais.
    Vocês acham que um Espírito de Luz ou seja um Espírito Elevado vai pedir essas coisas???
    Procurem raciocinar.
    Outro exemplo, um espírito se manifesta numa reunião mediúnica usando uma Linguagem pesada, vulgar, grosseira, agressiva, dando ordens e se impondo.
    Perguntamos, um Espírito Elevado vai usar esse tipo de Linguagem???

  6. Wilson disse:

    As Manifestações dos Espíritos e sua identidade.

    1) Como podemos avaliar se um espírito desencarnado que se apresenta numa reunião mediúnica é um Espirito Elevado ou atrasado?
    Se ele é um Espirito Sábio ou ignorante?
    Se ele é um Espirito bom ou mal?
    O Mestre Allan Kardec fala em seus Livros que é pela LINGUAGEM que vamos avaliar o estado moral evolutivo dos espíritos desencarnados.
    Os Espiritos Elevados possuem sempre uma Linguagem pura, digna, elevada, lógica e sublime de moralidade e seus ensinamentos visam sempre a melhoria moral e espiritual das pessoas, os Espiritos Elevados são Virtuosos em seus ensinamentos, eles pregam a pratica do Bem e das Virtudes.
    Eles procuram moralizar, disciplinar, educar, instruir e iluminar as pessoas.
    Portanto, a LINGUAGEM é o ponto chave, que devemos avaliar nas comunicações mediúnicas, devemos analisar o teor moral e racional dos ensinamentos dos espíritos desencarnados.

    Os espíritos apegados a matéria possuem sempre uma LINGUAGEM vulgar, chula, trivial, grosseira, pesada, agressiva e ímpia, na linguagem desses espíritos se reflete as paixões humanas, como o ódio, a raiva, a inveja, o ciúme, o fanatismo, o desejo de vingança, o apego aos vícios terrenos, como o vicio de beber, fumar, jogar e o vicio das drogas, eles possuem uma LINGUAGEM moralmente pesada e suja, outros espíritos já possuem uma Linguagem de sofrimento, angustia, medo, incertezas, tristezas, arrependimentos.
    Portanto, basta avaliar o nível Moral e Racional da LINGUAGEM que os espíritos desencarnados usam em suas comunicações, para sabermos se eles são espíritos bons ou maus ou espíritos sofredores.
    A LINGUAGEM é o ponto chave.
    Também devemos avaliar o teor moral dos seus ensinamentos, vamos conhecer a árvore pelos seus frutos. Como disse antes, os Espiritos Elevados são Virtuosos e Moralizadores em suas comunicações, qualquer ensinamento vulgar, trivial, sem alcance moral e sem base racional, vamos concluir que são espíritos atrasados, apegados a matéria, que estão se comunicando.

    2) Os Espiritos Elevados possuem sempre uma Linguagem pura, digna, nobre, lógica, sem contradições e sem vulgaridades, tudo neles refletem bondade, paz, alegria, amor, elevação moral, fraternidade, respeito, dignidade, eles deixam o ambiente fluidicamente limpo, suave e luminoso.
    Os Espiritos de Luz são como flores, eles vão perfumar moralmente o ambiente.
    Os espíritos apegados a materia e as paixões humanas, possuem sempre uma Linguagem moralmente suja, ligada as coisas matérias.
    Seus ensinamentos ou mensagens só tratam de questões matérias terra a terra, sem alcance moral.
    É por isso que devemos estar sempre atento a linguagem e aos ensinamentos que os Espiritos desencarnados usam em suas comunicações mediúnicas.

    3) A Linguagem e os ensinamentos usados pelos espíritos desencarnados é o ponto chave para analisarmos o seu estado evolutivo, portanto, temos que observar com muito cuidado as mensagens mediúnicas.
    Existe no mundo espiritual ou plano astral, muitos espíritos que são mentirosos, hipócritas, embusteiros, sedutores e mistificadores, eles usam nomes importantes, pomposos para enganar as pessoas e também usam uma Linguagem melosa, doce e meiga, para seduzir e enganar, são os falsos profetas do plano astral.
    Para evitar os espíritos mentirosos e hipócritas, temos, que seguir a orientação do Mestre Allan Kardec que fala o seguinte, quaisquer mensagens ou comunicações que venha dos espíritos desencarnados, tem QUE PASSAR PELO CRIVO DA RAZÃO E DA LÓGICA para poder ser aceito.
    Temos que analisar tudo com muito critério, usando sempre, o crivo da Razão e da Lógica mais rigorosa, qualquer ofensa a Razão e a lógica, vamos analisar que é um espírito atrasado, portanto, pouco merecedor de confiança.
    Os espíritos mistificadores tudo fazem para seduzir e enganar as pessoas, todo cuidado é pouco nesses assuntos.
    Pela fé raciocinada, devemos sempre analisar tudo dentro de princípios morais e racionais elevados.
    Os Espiritos Elevados e os bons espíritos sempre indicam esse procedimento de analisar, pensar e raciocinar sobre as comunicações que vem do plano astral, somente os espíritos mentirosos, hipócritas e mistificadores, temem esse exame, eles querem ser aceitos sem nenhum exame racional, devemos acreditar neles cegamente e passivamente, isso é um sinal claro que eles são espíritos orgulhosos, mentirosos e hipócritas, devemos sempre desconfiar desses procedimentos.
    Só devemos colocar em pratica os conselhos dos espíritos desencarnados, quando eles forem eminentemente RACIONAIS e com uma Moral sã e elevada, devemos sempre esta alertas nesses assuntos, como diz o ditado popular, o desconfiado morreu de velho.

    4)Os espíritos desencarnados possuem um corpo fluídico chamado de perispirito ou corpo astral, esse corpo fluídico reflete as condições morais e mentais dos Espiritos.
    Os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos possuem um corpo perispiritual leve, luminoso e radioso, são corpos de luz ou corpos luminosos, muitos médiuns videntes conseguem ver esses Espiritos Elevados envolvidos em emanações luminosas e coloridas, o seu perispirito é sutil, belo e luminoso e eles possuem um aroma ou perfume leve e agradável, muitos deles possuem um aroma de rosas ou flores.
    Conforme, os Espiritos vão evoluindo moralmente e intelectualmente o seu perispirito vai se eterizando, se tornando cada vez mais sutil e diáfano e luminoso, quando eles se apresentam numa reunião mediúnica, eles se apresentam com um perispirito ou corpo astral radioso e luminoso outros se apresentam como focos de luz ou esferas luminosas e coloridas.
    O perispirito é o cartão de apresentação dos espiritos desencarnados.
    Os espiritos apegados a matéria e aos vícios terrenos, possuem um perispirito denso, turvo, escuro ou deformado, os espiritos obsessores podem tomar formas fluídicas de bruxas, caveiras, duendes, anões deformados, animais deformados, demônios e outras formas moralmente degradantes, eles fazem isso para se impor pelo medo e pelo terror, são os espiritos do Umbral.
    O perispirito ou corpo astral é um corpo fluídico semi material e plasmavel ao pensamento dos espiritos, é por isso que eles podem plasmar formas fluídicas com o seu perispirito.
    Os espiritos inferiores, perturbadores e obsessores só não podem plasmar corpos fluídicos luminosos e radiosos, por que, isso é uma condição da elevação moral e espiritual dos Espiritos.
    Resumindo, corpos fluídicos luminosos e coloridos com um perfume sutil e agradável é uma condição evolutiva dos Espiritos elevados.
    Corpos fluídicos densos, grosseiros, turvos, escuros e deformados é uma condição de atraso moral dos espiritos inferiores.
    O perispirito ou corpo astral sempre vai refletir as condições morais e mentais dos espiritos desencarnados.
    Portanto, um médium vidente em boas condições morais pode avaliar o estado evolutivo dos espiritos desencarnados pela irradiação luminosa dos seus perispiritos.

    5) Os Espiritos Superiores e os Bons Espiritos possuem sempre uma LINGUAGEM pura, digna, elevada, lógica, nobre e sublime de moralidade, e seus ENSINAMENTOS visam sempre a melhoria Moral e Espiritual das pessoas.
    Os Espiritos Elevados são Virtuosos em seus ensinamentos e mensagens.
    Os espíritos apegados a matéria e as paixões terrenas possuem uma LINGUAGEM moralmente pesada e suja, uma linguagem vulgar, grosseira, agressiva, chula, ímpia, e eles só tratam de assuntos matérias sem alcance moral, assuntos terra a terra.
    Portanto, devemos sempre analisar o teor moral e racional da LINGUAGEM dos espíritos desencarnados, e só devemos aceitar o que tiver um nível Racional elevado e uma Moral sã.

    6) Um Espírito Superior ou um Bom Espírito, já mais vai usar uma Linguagem moralmente pesada e suja, uma linguagem vulgar, ímpia, trivial, grosseira, ele terá certamente uma Linguagem que reflete seu estado moral evolutivo.
    Porém, existe no plano astral muitos espíritos embusteiros, mentirosos e mistificadores, que procuram enganar as pessoas, eles tomam nomes falsos importantes, veneráveis e pomposos e também usam uma Linguagem melosa, doce, meiga para poder SEDUZIR e mentir, seduzir e enganar, seduzir e iludir.
    A tática é sempre tentar SEDUZIR.
    É POR ISSO, QUE DEVEMOS PASSAR PELO CRIVO SEVERO DA RAZÃO E DA LÓGICA TODOS OS ENSINAMENTOS QUE VENHA DOS ESPÍRITOS DESENCARNADOS.
    Só devemos aceitar o que a Razão, a lógica e sã Moral indica.
    Existe os espíritos mistificadores de Corpos fluídicos.
    O perispirito ou corpo astral é um corpo fluídico semimaterial que é plasmavel ao pensamento dos Espiritos, basta o Espirito pensar fortemente numa forma que seu perispirito vai plasmar fluidicamente tal forma, portanto, os espíritos desencarnados podem tomar varias formas fluídicas, eles podem conforme as suas condições psíquicas plasmar a forma fluídica de um índio, de um militar, de um medico, de um idoso, de um jovem, de uma criança, de uma pessoa famosa um cantor um artista, portanto, muitos espíritos embusteiros podem tomar formas fluídicas falsas para enganar os médiuns videntes, são os mistificadores de corpos fluídicos do mundo espiritual.
    Esse processo é chamado de IDEOPLASTIA ESPIRITUAL.
    É a capacidade que certos espíritos desencarnados tem de simular uma forma fluídica falsa para enganar os médiuns videntes que são invigilantes com a sua conduta moral.
    A matéria fluídica do perispirito é plasmavel ao pensamento do Espirito, o pensamento é uma força criadora muito importante, basta o Espirito se concentrar numa forma que seu corpo perispiritual vai plasmar fluidicamente tal forma.
    É por isso que entrar em contato mediúnico com o plano espiritual é algo muito serio, devemos sempre estar alertas nessas questões.

    7) O Pensamento e a Sintonia
    Existe uma lei chamada Lei de Sintonia vibratória ou a Lei de afinidade moral que o ser humano pratica com seus pensamentos.
    Essa Lei determina que os iguais se atraem e os diferentes se repelem, cada pessoa conforme seus pensamentos, sentimentos e atitudes, vão atrair bons ou maus espíritos conforme o Padrão Moral desses pensamentos, sentimentos e atitudes.
    Uma pessoa que se entrega aos seus maus pensamentos, maus sentimentos e aos vícios, vai estabelecer sintonia vibratória com espíritos desencarnados que pensam e sentem da mesma forma, ou seja, vai atrair uma assistência espiritual ruim.
    O nosso Pensamento tem que estar canalizado somente para coisas positivas e elevadas, o pensamento se propaga no mundo espiritual ou plano astral através de ondas vibratórias e ele vai sempre estabelecer sintonia com os espíritos desencarnados, pensamentos de ódio, raiva, ciúmes, inveja, egoísmo, falsidade, desonestidade, revolta, medo, hipocrisia, desejos de vingança vai sempre atrair espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, por que, esses espíritos também pensam da mesma forma negativa, os semelhantes atraindo os semelhantes.
    Pelo pensamento entramos em contato vibratório com o plano astral e os espíritos desencarnados, podemos dizer que os espíritos se comunicam entre si pela irradiação dos pensamentos ou vibrações mentais, portanto, os espíritos desencarnados podem conhecer e ler nossos pensamentos, e os espíritos obsessores podem com isso descobrir nossos pontos fracos.
    É por isso que devemos cultivar pensamentos elevados, nobres e firmes no Bem, para podermos estabelecer sintonia com os Espiritos de Luz e afastar os espíritos das sombras, tudo depende das nossas condições morais e mentais.
    O Pensamento cria correntes fluídicas entre o plano espiritual e o plano material, e nessas correntes fluídicas vamos ter um canal aberto com o plano astral.
    Para resumir, o ser humano com seus pensamentos vai estabelecer sintonia vibratória com os espíritos desencarnados, pensamentos de raiva, ciúmes, medo, revolta, falsidade, egoísmo vai atrair espíritos que pensam e sentem da mesma forma, portanto, temos que disciplinar nossos pensamentos somente em coisas boas e positivas.
    Ler bons livros, ouvir boas musicas, manter contato com pessoas de boa formação moral, cultivar a prece sincera e ter pensamentos elevados e positivos, é a melhor forma de elevar o padrão vibratório dos pensamentos.

    8) O problema da Obsessão
    O Mestre Allan Kardec em seus livros, fala que são as nossas imperfeições morais que atraem os maus espíritos.
    Essas imperfeições morais são basicamente os maus pensamentos, os maus desejos, os vícios, os maus hábitos e as atitudes negativas.
    Cada imperfeição moral é uma porta aberta para os maus espíritos.
    Allan Kardec explica: assim como as moscas farejam as chagas do corpo, os maus espíritos farejam as chagas morais da alma, para afastar as moscas basta limpar nosso corpo de suas impurezas físicas, para afastar os maus espíritos temos que Limpar nossa alma de suas impurezas Morais, vamos concluir, que é na Limpeza Moral que esta a melhor defesa psíquica contra os maus espíritos.
    Essa Limpeza Moral consiste em:
    a) combater os maus pensamentos e os maus sentimentos
    b) combater os Vícios e os maus hábitos
    c)cultivar a prece sincera
    d)ter uma conduta reta no Bem e nas Virtudes
    e) cultivar a fé Racional para discernir as coisas

    O Mestre Allan Kardec fala em seus livros que o ser humano tem o Livre arbítrio para resistir ou ceder as influencias dos maus espíritos, portanto, nós podemos resistir as influencias dos espíritos inferiores, perturbadores e obsessores, por que, o Livre arbítrio é nosso.
    Os maus espíritos não tem nenhum poder sobre as pessoas de Bem, são as nossas imperfeições morais que permitem que eles se aproximem de nós, se eu procuro ter um Comportamento Moral reto em Cristo eu vou afastar qualquer espírito obsessor.
    O Bem repele o mal
    A Luz repele a escuridão

    9) Divaldo P Franco disse que esses espíritos que se apresentam como preta velha, preto velho, caboclos, podem ser espíritos bons mais são IGNORANTES.
    Espíritos Ignorantes.
    Vejamos, os Espíritos de luz, jamais vão pedir charutos, cigarros, cachaça, despachos e sacrifícios de animais, somente espíritos apegados a matéria é que pedem essas coisas, ou seja, espíritos ignorantes.
    Em muitos centros de macumbas se pratica sacrifícios de pobres animais, somente espíritos inferiores podem pedir tais coisas, os Espíritos Elevados e os Bons Espíritos jamais vão pedir esses absurdos, os animais merecem o nosso respeito e o nosso amor, eles são nossos irmãos menores na escala evolutiva.
    J Herculano Pires em seu Livro Mediunidade fala que o Movimento Espírita deveria se LEVANTAR contra a matança de pobres animais nesses centros de macumbas, candomblé e quimbanda, como disse Divaldo P franco, esses espíritos são IGNORANTES e muitos deles podem ser maldosos, vingativos, sedutores e obsessores, devemos ter muito cuidado nesses assuntos.
    Vamos conhecer a elevação dos espíritos desencarnados pela sua LINGUAGEM e pelos seus Ensinamentos, um espírito que se apresenta numa reunião mediúnica pedindo cachaça, charutos, despachos e sacrifícios de animais, vamos analisar pelo teor Moral das coisas que ele fala e pede, que são espíritos apegados a matéria e aos vícios terrenos, ou seja, espíritos IGNORANTES sem luz moral.
    Vejamos essa pergunta, devemos aceitar esses sacrifícios de animais como um ato religioso??
    Ou devemos respeitar e amar os Animais, condenando essas praticas primitivas e absurdas??
    Uma outra pergunta, o que vai atrair os espíritos de Luz, velas, despachos, charutos, cachaça, sacrifícios de animais ou são os pensamentos puros e elevados, a caridade, o amor, a elevação moral, a pratica das Virtudes???
    Essas são algumas questões para podermos analisar pela fé raciocinada.

  7. Lara Jones disse:

    Gostei do artigo pela orientação de como se preparar para ser um medium com responsabilidade e respeito, mas discordo quando fala que exú são entidades menos evoluídas, pois pesquisando sobre essas entidades constatei que eles são guardiões e tem a missão de ajudar seus protegidos, como segue abaixo.

    Exú na Umbanda são entidades ou espíritos de luz que tem por missão ajudar seus protegidos dando lhes orientação em forma de consultas de adivinhação, pois estes incorporados em seus mediuns respondem com a verdade aquilo que o consulente quer saber com a finalidade de lhe avisar de algum mal ou bem que esteja preste a acontecer, com o intuito de impedir algum mal ou lhe mostrar algum bem em seus caminhos (sua vida).

  8. Lara Jones disse:

    Na realidade os Exús são mais evoluídos do que nós, como segue as orientações. Sugiro que pesquise um pouco mais sobre esses Orixás.

    Exú orixá é um dos Deuses africanos que representa a dinâmica e o inicio de tudo, este Orixá tem varios nomes só diversificando de região o pais ao qual ele foi ou é cultuado. Veja os mais comuns ao qual este ser é chamado: Eleguá, Elebara, Bara (aquele que habita o corpo), Akesan (exú de ifá), Iangi (exú do inicio da criação), Onan (Exú senhor dos caminhos), Exú Tiriri (aquele que encherga tudo), este são apenas alguns de muitos nomes aos quais este Orixá é conhecido dentro da religião africana e também no Candomblé.

    Conta uma das lendas que Exú Yangi fez parte da criação do mundo, tendo como papel de mensageiro de Deus (olodumare), asssim foi ordenado que viesse a terra para saber se ela já poderia ser habitada pelos seres humanos e os Orixás. Chegando aqui não quis mais voltar a Orun (ceú), então percebe-se que logo este orixá novamente foi o primeiro orixá e ser a chegar na terra, por isso ele é o primeiro a ser reverenciado no Culto como: Agrados, Matanças, Primeiro do Xirê (canticos), etc. As Cidades africanas que ele é mais cultuado são: Ekiti, Ketu (onde se tornou rei), Ondo, Inebu, etc.

    • Lara a página é sobre a Umbanda e na Umbanda não se cultua o Orixá Exu e sim temos uma “linha de trabalho” onde as entidades/espíritos que fazem parte da mesma se denominam Exús e Pomba-giras, são entidades ainda muito ligadas a questões terrenas. Os Exús e Pombas-gira trabalham para nossa defesa e proteção. Atuam nas regiões umbralinas ou onde sua presença se fizer necessária. São verdadeiros soldados do astral envolvendo os trabalhos de defesa com sua energia equilibradora.

    • rodrigo disse:

      Bom pelo que eu entendi Lara os exus da umbanda não é o “exú orixá” e sim outros exús que vem abaixo dele em sua linhagem pois o exú não é cultuado como orixá na umbanda e sim no candomblé e estes exús sim quando estão em incio de trabalhos com médiuns iniciantes precisam sim serem doutrinados para fazerem o bem ou senão eles vão criando o costume de fazer ( o bem ou o mal) em troca de pagamentos se assim eles forem doutrinados ,fazendo tanto o bem quanto o mal para quem paga mais deixando para trás todo o conceito de evolução . sendo assim eles deixam de evoluir dependendo de como eles foram doutrinados ou o médiun se deixou doutrinar pelo exú . Espero ser corrigido caso eu tenha me equivocado mas isso foi oque eu pude entender lendo não só aqui mas em outros tipos de estudos.

  9. Maria kelsilane Vieira apolinario disse:

    Bom dia
    Bom tenho muitas dúvidas sobre a umbanda
    Gostaria de um lugar para estudar
    Mais não tenho indicação de um bom lugar ainda.
    Era kardecista
    E hoje me encotro na umbanda , gosto muito, me sinto em casa , me faz bem sei que é o meu lugar
    Mais por conhecer pouco… várias dúvidas vem a minha cabeça e por ler esse artigo
    Vejo que tem coisas estranhas onde vou
    Gostaria e uma orientação
    Obrigada

  10. Waneide disse:

    Tenho uma mediunidade aguçada,porem virante,e onde frequento ja tentaram varia vezes cantar pra caboclo mais nao vem dw forma alguma e quando cantam pra exu ela se manifesta,ta certo começar meu desenvolvimento com uma pomba gira,porque e elaque quer se manisfestar,so que veio caboclo em ourtra cabeça e disse que comigo tem que ser assim,nao adianta chamar caboclo que nao vem,eles so veem depois quw a ponba gira passar ,porque ela ta frente e depois e que vem caboclo.fico meia confusa,porque exu saoseres menos evoluidos entao ta certo ela vim primeiro.

    • Boa noite Waneide; Os Exús e Pomba-giras por serem entidades de terra são mais próximas dos médiuns e são mais fáceis as incorporações… não se preocupe com isso siga as orientações de seu dirigente e do mentor espiritual da casa onde frequenta… com o tempo após uma doutrinação e o desenvolvimento tudo se acertará.

      Axé

      • Sidnei disse:

        Acompanhei as colocações sobre “exus e pomba giras” e dircordo que são seres menos evolvidos e hoje em dia (agosto 2016), Exu é um orixá. Portanto ele não é menos evoluído que outros orixás. Perdão pela colocação, mas ele trabalha muuuuito nas baixa vibrações, não fazendo dele menos evoluído ! Os centros que frequento Exu é um ORIXÁ.
        Salve !

      • Bom dia Sidnei; na Umbanda Exús não é um Orixá… Exús são como “soldados”, não trato do texto do Exú Orixá, conforme é cultuado nos Cultos Africanos (Candomblé) e sim da entidade Exú, uma das linhas de trabalho da UMBANDA… pode ser q o Terreiro q vc frequenta tem uma grande influência dos Cultos Africanos, por parte do Dirigente.

        Espero ter elucidado sua dívida!!!

        Abç

  11. João Moreira disse:

    Muito obrigado! Eu estava caindo nessa mesma admiração.

  12. Maicon disse:

    Sou novo na umbanda , estou me preparando ,este texto me tirou muita duvida . Obrigado e parabéns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s